Acampamento Júpiter

Roma ergueu seu domínio e subjugou Grécia. Agora os mais fortes e poderosos se erguem.
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Júpiter
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 28/06/2012
Localização : Olimpo

Ficha do Legionário
Vida:
9999/9999  (9999/9999)
Energia:
9999/9999  (9999/9999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Dom Ago 19, 2012 9:13 pm

A Ciclope-mãe as olhou e disse:
- Estão mais não por muito tempo... Não posso deixar você ir, sabe... É ordem dos meus Senhores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://campjupiterbrasilrpg.forumeiros.com
Kylle Siege Kimoy

avatar

Mensagens : 19
Data de inscrição : 06/07/2012
Idade : 20
Localização : Não sei.

Ficha do Legionário
Vida:
145/150  (145/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Dom Ago 19, 2012 11:12 pm





♦Who I really am?♦
Percebi que as garotas haviam acordado e estavam cochichando algo enquanto eu tentava amedrontar sem sucesso os Ciclopes:


- Estão mais não por muito tempo... Não posso deixar você ir, sabe... É ordem dos meus Senhores.


Fitei a mãe Ciclope e olhei para a minha espada em direção as garotas então com um sorriso sarcástico eu disse:


- Então eu não tenho escolha.


Peguei um leve impulso e dei um grande salto o que foi bastante fácil por ser filho de Zeus e dominar o elemento do ar eu estava voando em direção a cabeça da mãe ciclope. Assim que alcancei a distancia exata coloquei minha espada na frente e fiz um corte na testa da mesma, me lancei para a direita e envolvi minhas pernas no pescoço da mãe Ciclope e comecei a cortar a cortar a nuca dela e a sufocar de leve com as minhas pernas, eu esperava que as garotas estivessem melhor do que eu pois tinha certeza que estava ridículo esse meu ataque.





Citação :
♦ Armas levadas:
♠ Bracelete ( Se transformar em uma espada de duas lâminas de bronze com o nome em sua lâmina da direita escrita ALAIR ) [Presente de Júpiter]
Citação :
♦ Poderes usados:
▬Passivos:
♠ Manipulação.

_________________


♦️Kylle Siege Kimoy♦️

♦️Filho de Zeus♦️

♦️Filho da Grécia ♦️

♦️Pretor da decima segunda legião♦️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Júpiter
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 28/06/2012
Localização : Olimpo

Ficha do Legionário
Vida:
9999/9999  (9999/9999)
Energia:
9999/9999  (9999/9999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Sex Ago 31, 2012 11:28 pm

A Ciclope se lançou contra a parede machucando Kylle, a ciclope já havia se transformado em pó.

Dano a Kylle: 5 de vida, 5 de energia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://campjupiterbrasilrpg.forumeiros.com
Kylle Siege Kimoy

avatar

Mensagens : 19
Data de inscrição : 06/07/2012
Idade : 20
Localização : Não sei.

Ficha do Legionário
Vida:
145/150  (145/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qui Set 06, 2012 7:07 pm

Em nome da Grécia



Meu ataque havia sido um sucesso pois conseguiria transformar em pó a grande Ciclope eu havia sido pressionado contra a parede mais não me machuquei pois de algum modo eu tinha uma especie de carne super resistente para treinar isso na minha viagem com Helena para o acampamento eu enfiei uma espada comum na barriga e a espada foi despedaçada sem fazer um arranhão em meu corpo mais a bancada da Ciclope femeá machucou um pouco.- Menos um faltam dois. - Disse fazendo uma careta.Em seguida corri em direção as meninas que lutavam com os outros Ciclopes, levei minha espada até a barriga de um fazendo um corte de cerca de sessenta centímetros, não tive tempo para ver se havia sido um sucesso e corri em direção ao segundo, passei minha lamina em seus joelhos e me afastei dando leves pulinhos para trás. - Vocês estão bem?- Olhei para as meninas rapidamente mais ainda atento a luta
Citação :
♦ Armas levadas:
♠ Bracelete ( Se transformar em uma espada de duas lâminas de bronze com o nome em sua lâmina da direita escrita ALAIR ) [Presente de Júpiter]



_________________


♦️Kylle Siege Kimoy♦️

♦️Filho de Zeus♦️

♦️Filho da Grécia ♦️

♦️Pretor da decima segunda legião♦️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Helena V. Linzer
Centurião
Centurião
avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 01/07/2012

Ficha do Legionário
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Sex Set 07, 2012 6:28 pm

Helena {Vellasco} Linzer



.............................................


Kyle foi o primeiro a atacar. Eu e Eliza demoramos mais um pouco, mas logo em sguida Eliza pegou sua lança e seu escudo e eu peguei Ignis e o escudo que havia ganhado quando entrei para o acampamento. Nós atacamos os outros ciclopes enquanto Kylle cuidava de Masket.

Eu estava lutando contra um gigante de toga chamado Torque. Ele não era muito esperto. Em compensação, era três vezes mais alto e mais forte que eu. E provavelmente já tinha experiência em em lutar contra semideuses. Isso era um problema.

Fiz Ignis pegar ficar em chamas. O gigante também estava lutando com um machado em mãos. Ele era lento, o que facilitava em desviar de seus, em contrapartida, ele era muito forte. E isso ficava bem claro quando eu desviava de seus ataques e ele acabava abrindo buracos no chão. Não tinha como bater de frente, eu era muito mais fraca. O jeito era ficar desviando até achar uma ideia melhor. Então ficamos nesse joguinho até ouvirmos um estrondo. Ele vinha da luta de Eliza e o tal Sump, que era irmão de Torque. Aproveitei o momento de distração e se escondeu atrás de um caixote. Eu tinha que pensar em alguma coisa ou logo morreria. Olhei ao meu redor e vi a fogueira onde antes estávamos amarrados com aquelas correntes para virar almoço de ciclope. Espera! Correntes! É isso! Disfarçadamente corri até as correntes. Coloquei Ignis no chão e as peguei. Infelizmente, quando as correntes caíram acabaram fazendo barulho, o que chamou a atenção. Peguei as correntes e as enrolei na mão. Aproveitei o fogo da fogueira e incendiei as correntes, como havia feito com Ignis.

Torque se aproximou, com um sorriso maligno no rosto. Ele estava pronto para me matar. Peguei a corrente e com ela, prendi o braço de Torque que segurava o machado. Ele me olhou com ódio e tentou se soltar com o outro braço. Torci seu braço, ele fez uma expressão de dor e largou o machado. Amarrei a corrente ao mastro de metal e pequei Ignis. Torque estava conseguindo puxar o mastro e se locomover, mas agora estava tão rápido quanto uma lesma. Incendiei Ignis outra vez. Estava preparada para dar o golpe de misericórdia. Antes que eu arremessasse meu machado, uma espada já conhecida cortou Torque ao meio, o fazendo virar pó. Kylle. E sua espada, Alair.

- Vocês estão bem? - Perguntou Kylle.

Estou. - Eu disse. Na verdade, eu estava um pouco cansada. Usar o fogo a meu favor era um pouco cansativo, mas estava tudo bem.


Citação :
Armas:

▬Ignis (Uma chave de boca que se transforma em um machado duplo feito de ouro imperial.)
▬Escudo [Simboliza a entrada na XII Legião Fulminata. Em sua superfície, gravados nome e Coorte do campista.]

Citação :
Poderes Utilizados:

▬Perícia com martelo e machado.
▬Domínio do Fogo.

.............................................
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Sab Set 08, 2012 12:15 am




Vi o filho de Júpiter já lutando com os Ciclopes enquanto eu e Helena estavam ali paradas. Pegamos nossas armas e fomos lutar com os outros ciclopes. Cheguei por trás de um chamado Sump e atirei a lança em sua direção. Só que não mirei muito bem pois ela passou à dois milímetros da orelha do monstro. Ele se virou repentinamente, pegou algo do chão que eu não pude identificar e o lançou contra mim. Desviei rolando para a direita. Tinha que arranjar uma forma para pegar minha lança que se encontrava cravada em uns caixotes, mas para isso eu teria que passar pelo Ciclope e essa ideia não me deixava muito animada não.
De uma coisa que eu sabia é que ele não era muito rápido, o que podia facilitar minha ida. Corri para pegar minha lança mantendo o escudo erguido para me proteger e tentando passar o mais longe do monstro possível. Ele entendeu o que eu queria fazer, e como ele estava mais perto da lança do que eu, ele conseguiria pegá-la mais rápido do que eu, mas corri mesmo assim. Já ia puxar a lança quando Sump me empurrou e eu bati a cabeça na parede.
Minha cabeça doía, mas eu não podia ficar ali reclamando, tinha que acabar com o ciclope primeiro. Me levantei com dificuldade e optei por uma luta corporal contra o monstro. O que? Eu sou filha do deus da guerra, posso não ser tão forte quanto esse ciclope mas ainda sou forte. E eu ainda tenho o meu escudo, posso me virar... Empurrá-lo? Não sei se daria resultado... Resolvi socá-lo, na barriga, na cara, onde fosse preciso. Ele revidou, eu ergui meu escudo que se chocou contra sua mão gigante. O som ficou ecoando na minha cabeça, assim como a incrível força que fez meu corpo todo estremecer. Depois disso minha cabeça parecia doer ainda mais.
Me recuperei do choque e sem pensar, bati meu escudo com toda a força que tinha contra a cabeça oca do monstro, como uma pequena distração para que eu pudesse recuperar minha lança. Dito e feito.
Estava mais confiante com minha lança em mãos, tanto é que me sentia quase invencível, mas não queria declarar vitória antes da hora. Sump estava se recuperando da pancada, ele abriu um caixote e tirou de dentro uma clava com espinhos. Ao ver o que ele tinha em mãos, recuei e me concentrei em tentar acertá-lo com a lança. Mirei com precisão em seu tronco, respirei fundo e a atirei. O ciclope urrou e se desfez em pó.
"Um a menos", pensei e fui atrás dos meus amigos para saber se estava tudo bem.


Citação :

Armas levadas:
♈ Escudo Divino da Guerra [Presente de Marte]
♈ Lança [Simboliza a entrada na XII Legião Fulminata. Na lâmina, gravados nome e Coorte do campista.]
Citação :
Poderes usados:
-Passivos:
◊ Habilidade com Lanças
◊ Forca Aprimorada


_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 6:13 pm





Não obtiveram sucesso na missão. Elizabeth deve ao menos escapar do último ciclope e retornar ao acampamento. Não se preocupe com seus amigos, transportei-os em segurança. Agora vá, Filha de Marte! Se derrotar o inimigo e chegar ao acampamento viva, receberá uma recompensa. 
O monstrou urrou de raiva ao ver seus irmãos se desintegrarem.
- Você! - Gritou apontando para Elizabeth. - Sua menina desprezível, vai pagar pelo que fez!
E avançou em sua direção pronto para quebrar seus ossos.


Elizabeth:
 





_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 7:19 pm




Não tive muito tempo para raciocinar. Só me lembrava de ter acabado com um dos ciclopes e de repente meus amigos também sumiram como fumaça. Eu estava furiosa. Tinha esperado tanto tempo por uma missão e não podia botar tudo a perder. 
Corri para alcançar minha lança quando ouvi o urro de raiva de Ma Gasket.

- Você! - Gritou o ciclope. Meu sangue pareceu ferver quando seu grande olho castanho encontrou com os meus. - Sua menina desprezível, vai pagar pelo que fez!
Naquele instante, fui acometida por um excesso de fúria, aquela mesma onda agressiva e selvagem muito observada em meu pai. Como não chegaria até a lança a tempo, lancei meu escudo na direção do monstro. Se não causasse nenhum dano, ao menos poderia ganhar tempo.
- Toma isso, feioso!

Citação :

Armas levadas:
◊ Escudo Divino da Guerra [Presente de Marte]
◊ Lança [Simboliza a entrada na XII Legião Fulminata. Na lâmina, gravados nome e Coorte do campista.]
Citação :
Poderes usados:
- Passivos:
◊ Habilidade com Lanças
◊ Forca Aprimorada
- Ativas:
◊ Agressividade & Selvageria


_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 7:47 pm





Ma Gasket alcançou a lança de Elizabeth, mas assim que a ergueu, foi atingido no rosto com o escudo da garota, deixando a lança cair. O monstro passa uma rodada desorientado e a filha de Marte encontra-se desarmada e cada vez mais cansada.


Elizabeth:
 

Ciclope:
 



_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano


Última edição por Ceres em Qua Fev 14, 2018 11:30 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 11:09 pm




O escudo colidiu com o crânio do monstro com um estrondo tão ensurdecedor, que eu pensei que poderia ter deformado o presente de meu pai. Economizei minha energia, optando por não comemorar aquele golpe bem sucedido e ao invés disso, aproveitei da confusão do ciclope para pegar minha lança e meu escudo de volta. Com minhas forças já se esgotando, convoquei um dos abutres de meu pai para caso o monstro retomasse o juízo antes do esperado.


Citação :
Armas levadas:
◊ Escudo Divino da Guerra [Presente de Marte]
◊ Lança [Simboliza a entrada na XII Legião Fulminata. Na lâmina, gravados nome e Coorte do campista.]

Citação :
Poderes usados:
- Passivos:
◊ Habilidade com Lanças
◊ Forca Aprimorada
- Ativas:
◊ Agressividade & Selvageria
◊ Abutre


_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 11:34 pm





A garota consegue recuperar suas armas e de quebra ainda recebe ajuda do abutre que conjurou. A ave ataca diretamente o olho do ciclope, diminuindo sua visão para 30%, um dano de equivalente a 45XP.
- Mas o que é isso? - Gritou Ma Gasket

Infelizmente, o monstro foi rápido o bastante para arrancar algumas penas do animal e lança-lo contra a parede, fazendo o perder 25XP. Pelo menos agora Elizabeth tem a vantagem de lutar contra um inimigo quase cego.



Elizabeth:
 

Ciclope:
 

Abutre:
 


_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 11:45 pm




Um pássaro negro surgiu milagrosamente de algum lugar atrás de mim e atacou o ciclope no meio de seu olho gigante.
- Mas o que é isso? - Ouvi o monstro gritar
Só que antes que eu pudesse comemorar, Ma Gasket atirou a pobre ave contra a parede.

- Obrigada, pai! - Quase não lembrei de agradecer.
E agora com as armas recuperadas avancei contra o ciclope por trás, com a intenção de cravar a lança em suas costas. Ainda podia sentir a fúria de Marte inflamando em minhas veias. Ou canalizava aquele fogo para a batalha ou ele se voltaria para mim. Não podia nem sonhar em fracassar nessa missão.


Citação :
Armas levadas:
◊ Escudo Divino da Guerra [Presente de Marte]
◊ Lança [Simboliza a entrada na XII Legião Fulminata. Na lâmina, gravados nome e Coorte do campista.]

Citação :
Poderes usados:
- Passivos:
◊ Habilidade com Lanças
◊ Forca Aprimorada
- Ativas:
◊ Agressividade & Selvageria
◊ Abutre


_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qua Fev 14, 2018 11:59 pm





A lança atravessou as costas do ciclope de surpresa, que respondeu tentando socar a garota. Seu escudo a protegeu de danos maiores. O abutre, ainda tonto, levantou voo novamente e arrancou um pedaço da orelha do monstro, que enlouquecido, começou a lançar tudo o que encontrava pela frente na direção do pássaro. Elizabeth por pouco era atingida por uma caixa de ferramentas, mas acabou tropeçando em um dos outros objetos jogados por Ma Gasket e chocou-se contra o chão. O ciclope, ouvindo o barulho da queda, pode localizar a semideusa e partiu em sua direção.



Elizabeth:
 

Ciclope:
 

Abutre:
 


_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qui Fev 15, 2018 12:07 am




Tudo aconteceu muito rápido. Um momento eu estava cravando a lança nas costas do ciclope, de repente ele estava que nem um doido atirando objetos em tudo quanto é canto. Só sei que eu tinha tropeçado em algum dos arremessos de Ma Gasket e se não agisse rápido acabaria virando jantar de ciclope. No desespero, acabei usando a mesma tática do monstro, lancei meu escudo em sua direção, torcendo para que o abutre também desse dua ajudinha. E me levantei precisando de esforço até para erguer a lança. Estava exausta.


Citação :
Armas levadas:
◊ Escudo Divino da Guerra [Presente de Marte]
◊ Lança [Simboliza a entrada na XII Legião Fulminata. Na lâmina, gravados nome e Coorte do campista.]

Citação :
Poderes usados:
- Passivos:
◊ Habilidade com Lanças
◊ Forca Aprimorada
- Ativas:
◊ Agressividade & Selvageria
◊ Abutre


_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qui Fev 15, 2018 1:57 pm





A garota lançou o escudo novamente, mas dessa vez o objeto atingiu o braço do ciclope, que conseguiu agarra-lo. O abutre conseguiu provocar um ferimento leve na nuca do monstro, antes de colidir como escudo que veio em sua direção. O pássaro caiu e foi pisoteado por Ma Gasket antes de se desfazer em pó. O ciclope deu uma gargalhada antes de partir para cima da garota, sem enxergar, no entanto, a afiada arma que tinha em mãos. A lança atingiu o peito do monstro, coroando a vitória de Elizabeth Crenshaw
Agora a filha de Marte deve encontrar o caminho de volta para o acampamento. Chegando lá, terá alguns dias para descansar e, se quiser, poderá escolher mais dois companheiros para retomar a missão. Se recusar, a tarefa será concedida a outro semideus.

Presente de Ceres - Sua lança foi aprimorada. Agora está carregada de eletricidade, conferindo pontos extras de dano quando encostada em algum inimigo.



Recompensas de Elizabeth:
 


[/color]

_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Qui Fev 15, 2018 4:42 pm




Suspirei aliviada quando vi o monstro se desintegrar, mesmo que tenha sido por cima de mim. Meus joelhos falharam devido ao cansaço e eu deixei meu corpo cair devagar. Permaneci ali por alguns minutos, tentando controlar minha respiração ainda ofegante. Mas não queria me demorar naquele local horrível. Tive dificuldade para achar a saída, já que estava inconsciente quando os ciclopes haviam me trazido para cá. De volta às ruas, tive que andar um pouco até me localizar. Infelizimente, ou felizmente para mim, não tinhamos conseguido se distanciar bastante do acampamento antes de sermos atacados. Adentrei a floresta e logo me sentei à sombra de uma árvore. Estava tão esgotada, que acabei adormecendo.
Sonhei que estava no acampamento treinando, quando percebi que meu pai me observava sério. Tentei me aproximar e o sonho mudou. Agora devia estar com uns oito anos de idade, na escola. De repente meu professor. Dr. Orwell se transformara em Ma Gasket e me colocara de detenção. Novamente visualizei meu pai com seu olhar severo, por fim ele falou:

- Não é digna de ser filha do deus da guerra. - Pronunciou com os olhos em chamas e eu duvidei que fosse por causa da detenção.
De repente o sonho mudou outra vez. Não sabia onde estava, mas estava acompanhada por uma garota loira e um menino que não pude ver o rosto. A loira se referia a ele como Filho de Júpiter. Seria Kylie? Então avistamos uma grande fogueira, de onde ecoava a voz de uma mulher.

- Acha que estará a frente, filha de Marte? Lidere em quando pode, pois o verdadeiro líder está para chegar.
Acordei assustada e dei continuidade a minha jornada para casa imediatamente. Confesso que me deixei impressionar por aquelas palavras, mas não fazia ideia do que podiam significar. A cada passo tentava distrair minha mente, mas não conseguia parar de buscar associação com a voz vinda da fogueira e a profecia que Kylie recebera antes de partimos em missão. Finalmente encontrei a entrada do acampamento e procurei entrar de maneira mais discreta possível. Não estava a fim de cumprimentar ninguém, naquele momento só queria minha cama mesmo. [/blur]


_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Sex Fev 16, 2018 3:35 am




Chegou a hora de Elizabeth Crenshaw, Filha de Marte, dar continuidade a missão que começou. Ela escolheu Louise Campbell, Filha de Mercúrio, e Ethan Foster, Filho de Júpiter, para lhe acompanhar. O objetivo é claro, encontrar a Vestal desaparecida longe do poder dos deuses. Para tanto, nesse primeiro post os semideuses deverão narrar organizando o que levarão para a missão e ao sair do acampamento, devem decidir como chegarão ao Alasca. Elizabeth ainda deverá narrar uma última conversa com Lupa e passar orientações obtidas em sua última viagem a seus colegas.


Profecia:
 

Código:
Horário da missão: ás 10hrs
- Tempo: Chuvoso
- Temperatura: 18°C
- Descrição da Vestal: Cabelos ruivos e pele branca, mas não pálida. Olhos castanhos avermelhados e estatura baixa, sempre calada, não importa qual a situação. Apenas profere palavras com Vesta.
- Sem limite de armas a serem levadas, apenas lembrando que não irá carregar o arsenal inteiro sem que ele te atrapalhe de algum modo.
- Armas e Poderes em spoiler/code no fim do post.

[/blur]


_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Sex Fev 16, 2018 3:12 pm


Here we go

Again
Lá vamos nós de novo. Se eu estava pronta, não sei. Mas de qualquer forma tinha que me apresentar na Principia confiante e de cabeça erguida, o que não seria fácil com aquela cara de noite mal dormida. A situação estava tão séria que ainda pensei em pegar emprestada a maquiagem de alguma menina, mas descartei a ideia ao lembrar que nem sabia passar essas coisas. Só sei que passara a noite toda pensando se teria tomado a decisão certa de aceitar aquela missão e ainda chamar um novato metido a centro das atenções só porque é Filho de Júpiter. Depois do que acontecera com Kylie, cogitei bastante trocar seu irmão mais novo por um semideus de outro progenitor.
Pensei em levar o pilo de guerra que fora presente de meu pai para ver se dava sorte dessa vez, mas por outro lado, não queria deixar para trás a minha lança recém aprimorada. O escudo já levaria de certeza, mas as duas primeiras armas realmente me deixaram em dúvida. Como minha habilidade com a lança era melhor, optei por leva-la comigo, uma vez que não pretendia levar muita coisa. Guardei na mochila um elixir da vida, sempre era bom andar com um desses. Coloquei também algumas frutas que selecionara no refeitório na noite anterior e uma garrafa de água. Ainda separei 80 dólares e 50 denários no compartimento menor da bolsa.
Saindo da minha barraca, notei que muitos campistas me observavam. Uns aparentemente sentiam pensa de mim, outros achando que eu era louca ou estava indo para provar alguma coisa. Não me deixei incomodar por esses olhares. Uma chuva fina refrescava minha cabeça enquanto caminhava até a principia. Lupa me esperava, mas não vi sinal dos outros colegas. Me curvei diante da deusa loba. Ela permaneceu em silêncio.
- Eu vou conseguir libertar a Vestal dessa vez, pode confiar em mim. - Assegurei, tentando quebrar o gelo. A loba assentiu silenciosamente. - Só estou apreensiva com o que Octavian falou sobre uma nova profecia.
Lupa só fez dizer para que eu não me preocupasse com isso agora, o que me deixou ainda mais preocupada. Ela provavelmente sabia de algo a mais e não queria me dizer. Eu até poderia perguntar pessoalmente a Octavian, mas só de pensar naquele ser desprezível, optei por tentar seguir o conselho da loba.
Esperei impaciente Louise e Ethan se apresentarem. Deveria recitar para eles a profecia, que sabe não tenham alguma interpretação diferente e depois ainda teríamos que decidir de que forma viajariamos para o Alasca

Armas:
 


" Filho de Júpiter,
Terá de decidir,
Se a Vestal achar ou punir,
No extremo Norte deve procurar,
Longe do poder dos Deuses vai estar,
E assim uma nova profecia surgirá."

_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Louise Campbell
Centurião
Centurião
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 10/07/2012
Idade : 11

Ficha do Legionário
Vida:
95/120  (95/120)
Energia:
115/120  (115/120)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Dom Fev 18, 2018 12:39 am








Pinch me!I must be dreaming


A
lguém me belisca? Só podia estar sonhando... Depois de tanto tempo na mesmice do acampamento, até parara de pensar que algum dia poderia sair em missão. Bom, agora vejo que valeu a pena esperar. As companhias não podiam ser melhores, de um lado Elizabeth, a melhor amiga que tinha feito naquele lugar, e do outro, estava o fofo do Ethan. Não o conhecia muito bem, mas sentia que podíamos ser amigos. Conversando na noite passada com Eliza, notei que ela parecia indecisa quanto a escolha do Filho de Júpiter. Tudo bem que ele era novo e não tinha experiência, mas cara, ele era filho de Júpiter! Sem falar que dias antes Elizabeth estava certa de levar Ethan por causa do seu sonho e de repente já não pensava mais a mesma coisa. Será que os Filhos de Marte são todos assim inconstantes?
Algumas horas antes do combinado, eu já estava pronta. Calçara os All-stars voadores que tinha ganho de presente de Mercúrio e ativei suas asas ali mesmo dentro da barraca. Quase não utilizava eles no acampamento, o valor afetivo era demasiado para isso. Agora na missão eu os usaria para algo importante. Fora que seria ruim para mim ficar longe da única lembrança do meu pai. Das armas eu optei por levar meu gládio e o escudo que ganhara de Juno. Também não poderia me esquecer de levar o frasco de elixir da vida, que comprara especialmente para essa viagem. Por último, coloquei na mochila latas de refrigerante e pacotes de salgadinho que, por ser filha do Deus dos ladrões, eu tinha certa facilidade em contrabandear. Ah, e é claro que não podia esquecer do meu iPod.
Demorei o tempo suficiente na barraca para não ser surpreendida com a chuva la fora. Por isso, pude vestir minha capa de chuva antes de me dirigir à Principia. Chegando lá, Elizabeth já me esperava com Lupa, mas nenhum sinal de Ethan. Do jeito que conhecia Eliza, isso só aumentaria seu ranço pelo garoto. Tentei puxar uma conversa para descontraí-la, mas ela aparentemente não queria sair do foco. Pelo menos, o filho de Júpiter não chegou muito depois que eu, porque eu também não gostava muito de esperar, mas ele acabou levando um sermão de nossa líder.
Elizabeth recitou a profecia, a qual ela já tinha me contado em particular, porém Ethan só veio tomar conhecimento naquele momento. No lugar dele teria me sentido desconfortável, porque a profecia falava de um Filho de Júpiter. Como sempre fico com um pé atrás quando se trata de profecias, por enquanto não quis opinar sobre aquela. No entanto, quando entrou em pauta nossa viagem ao Alasca, foi a primeira a me pronunciar.
- Qualquer coisa menos avião. Eu morro de medo e não tem quem me faça entrar em um.
Confesso que também tinha um pouco de medo de voar com meus tênis alados, tanto é que, como foi dito anteriomente, não fazia uso deles com frequência. Ainda assim, o tênis é para voos baixos, nem se compara a altura que um avião pode chegar.
Armas:
 
Poderes:
 

Cause you know I love the players
And you love the game


_________________
Louise J. Campbell
Filha de Mercúrio  ♦  Campeã de Juno  ♦  Centuriã  ♦  V Coorte
 


Última edição por Louise Campbell em Seg Fev 26, 2018 9:18 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ethan Foster
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 14/02/2018
Idade : 13

Ficha do Legionário
Vida:
97/100  (97/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Dom Fev 18, 2018 2:16 am










E
ra 10h17 quando acordei.
- 10h17? - Pulei da cama desesperado ao me deparar com o relógio.
Eu tinha que estar na Principia às 10h... Elizabeth já devia estar lá planejando a melhor maneira de fazer picadinho de mim. Já sentia que ela não ia muito com a minha cara, isso era evidente, agora então é que me odiaria. Vesti uma roupa às pressas e joguei a mochila nos ombros. Estava leve. Leve até demais.
Droga! Tinha esqueci de arrumá-la antes de dormir. Ainda bem que não tinha muitos pertences no acampamento. Joguei o mini raio-mestre e o pacote de ambrosia dentro da bolsa e corri para fora da barraca. Assim que sai do ambiente fechado, ouvi o ribombear de um trovão e em cerca de quatro segundos eu já estava completamente encharcado. Coincidiu que a chuva aumentou justamente na hora que eu sai ao ar livre. Aquele com certeza não era o meu dia.
Corri até o local combinado, correndo o risco de escorrer feio naquele chão molhado e cair na lama. Bom, pelo visto não estava com aquele azar todo, pois não cheguei a escorrer, mas isso também não me impediu de não me sujar de lama.
- Cheguei. - Anunciei ofegante. - Tive alguns probleminhas, mas estou aqui. Vamos?
Louise deu uma risadinha enquanto que Elizabeth me lançou um olhar tão sério que poderia deixar qualquer um intimidado. Tentei não encará-la nos olhos, pois alguma coisa dentro deles me perturbava, só não sabia explicar o que. A filha de Marte recitou uns versos, disse que se tratava de uma profecia. Não sabia muito bem como funcionava esse tipo de coisa, mas não gostei nem um pouco dessa primeira experiência com ela. Não podia estar falando de mim, ou podia? Quer dizer, eu não queria punir ninguém.
- O filho de Júpiter deve decidir se a vestal achar ou punir...? - Ponderei em voz alta. - Isso é demais para mim...
Pelo que eu entendi, teríamos que ir para o Alasca. Ninguém tinha se dado o trabalho de mencionar esse detalhe para mim e eu achando que não sairíamos de São Francisco.
- Qualquer coisa menos avião. Eu morro de medo e não tem quem me faça entrar em um. - Avisou Louise.
Assim ficava difícil. Não era uma distância para se percorrer de taxi.
- Ei, não vai acontecer nada. Meu pai é que cuida disso, não lembra? - Falei só para tentar convencê-la. Eu nem sabia se Júpiter estaria atento a mim, muito menos se impediria algum acidente aéreo para nos salvar.
Elizabeth, depois disso parou de me olhar irritada e passou a me olhar com desprezo. Talvez falando daquele jeito, podia ter passado uma imagem de metido. Pra falar a verdade, mesmo quando estou calado sou taxado como metido por conta do meu progenitor divino.

Armas::
 
Just a city boy
Born and raised in South Detroit
He took the midnight train going anywhere


_________________
ϟ    Ethan Foster    ϟ
Filho de Júpiter   ~   Pretor   ~   I Coorte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Ter Fev 20, 2018 12:18 am





Os semideuses deixaram para trás o Acampamento Júpiter e seguiram seu destino rumo a terra distante do poder dos deuses. Caminhando pelas ruas de São Francisco, eles discutiam uma forma de chegar ao Alasca. Eles poderiam tentar convencer Louise de que aviões eram seguros, já que seriam o meio mais rápido, ou poderiam optar por um meio de transporte terrestre, mas em respeito a Filha de Mercúrio, decidiram ir até a estação de trem de São Francisco e para isso, chamaram um táxi. O automóvel conseguiu levar os adolescentes até as propriedades do Parque Mission Dolores antes de quebrar no trânsito bem na hora do rush. Os garotos pagam o táxi ($15) e seguiram o caminho andando, uma vez que a estação ficava do outro lado do parque. No entanto, ao atravessarem o local público, são surpreendidos por uma dúzia de pássaros da estinfália.

Pássaro 1:
 
Pássaro 2:
 
Pássaro 3:
 
Pássaro 4:
 
Pássaro 5:
 
Pássaro 6:
 
Pássaro 7:
 
Pássaro 8:
 
Pássaro 9:
 
Pássaro 10:
 
Pássaro 11:
 
Pássaro 12:
 

_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Elizabeth Crenshaw
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 28
Data de inscrição : 29/06/2012
Idade : 15

Ficha do Legionário
Vida:
120/150  (120/150)
Energia:
145/150  (145/150)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Ter Fev 20, 2018 11:21 pm


Here we go

Again
Assim que deixamos o acampamento a tensão voltou. Exatamente o ponto em que eu, Helena e Kylie fomos supreendidos pelo ciclope Ma Gasket algumas semanas antes. Enquanto Louise e Ethan debatiam sobre viagens áreas, eu estava atenta a todos os detalhes das ruas de São Francisco, assim estaria sendo precavida para caso algum monstro quisesse dar às caras. Esperava que dessa vez, consiguisse ao menos sair da cidade antes de topar com algum.
A discussão entre meus dois colegas fluia, de forma que se persistisse mais um pouco poderia ficar uma situação chata entre os dois. Pela consideração que tinha por Louise, resolvi dar um basta.
- Nós pegaremos um trem e assunto resolvido. - Interferi como uma boa líder. - É evidente que com o avião chegaríamos mais rápido, mas não foi estipulado um prazo, certo?
Decidi que deveríamos pegar um táxi até a estação. Fui a primeira a entrar, ficando do lado da janela a fim de observei o movimento. Naquela hora o trânsito estava intenso, mas ainda conseguia fluir numa velocidade moderada, apesar da grande quantidade de carros se locomovendo. Acabei me distraindo no passeio que nem percebi quando o nosso táxi parou por mais de alguns minutos. Vozes e buzinas se intensificaram, mas eu sentia falta de outro som. O barulho do motor.
- Perdão meninos, mas não sei o que aconteceu. Só poderei levá-los até aqui. - O motorista se desculpou.
Praguejei, batendo a porta do carro com força. Só faltava agora agora a estação ter mudado de lugar.
- Vamos dividir o valor. - Sugeri, entregando 5 dólares para o motorista.
Observei o parque Mission Dolores. Crianças corriam alegres pela grama, um casal fazia um piquenique à sombra de uma árvore e jovens passeavam com seus cachorros. Costumava frequentá-lo com minha avó quando era menor, mas não parecia o mesmo lugar das minhas lembranças. Tinha lixo por tudo quando é canto, e isso parecia ter atraído também urubus que agora insistiam em rondar o parque em busca de carne em decomposição. Eca!
A medida que atravessávamos o gramado, tive a impressão de que as aves pareciam nos acompanhar e alçar voos cada vez mais baixos.
- Não são urubus. - Conclui ao visualizar de perto seus bicos metálicos. - São pássaros da estinfália! Corram! Eu cuido deles.
Com a lança e o escudo em mãos, já estava esperando as aves atacarem.

Armas:
 

Poderes:
 

"Filho de Júpiter,
Terá de decidir,
Se a Vestal achar ou punir,
No extremo Norte deve procurar,
Longe do poder dos Deuses vai estar,
E assim uma nova profecia surgirá."
[/color]

_________________
Elizabeth Crenshaw
Filha de Marte    Ω    Pretora    Ω    II Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Louise Campbell
Centurião
Centurião
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 10/07/2012
Idade : 11

Ficha do Legionário
Vida:
95/120  (95/120)
Energia:
115/120  (115/120)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Sab Fev 24, 2018 12:40 am








Pinch me!I must be dreaming


E
ra de se esperar que o Filho de Júpiter, soberano dos céus, tentasse me convencer a fazer um passeio de avião. Uma vantagem de ser Campeã de Juno era ter a opinião respeitada, uma vez que ela é a rainha dos deuses. Normalmente isso funcionava, mas pelo visto a regra não se aplicava a Filhos de Júpiter. Claro, se o deus dos raios realmente respeitasse a deusa do casamento, mais conhecida como sua esposa, não existiriam pessoas como Ethan Foster.
- Nós pegaremos um trem e assunto resolvido. É evidente que com o avião chegaríamos mais rápido, mas não foi estipulado um prazo, certo? -Por fim, Elizabeth me ajudou, provando minha teoria de que Ethan era imune a minha bênção.
Eliza chamou um táxi e logo estávamos dentro do veículo. A Filha de Marte entrou primeiro, eu fiquei no meio e Ethan na outra ponta. Vendo que minha amiga parecia meio irritada ou talvez apenas um pouco distraída, botei uma música aleatório pra tocar no meu iPod. Até porque conversar com o garoto chato também não era uma opção.
Em poucos minutos adormeci, deitando a cabeça no ombro de Elizabeth. Sim, eu não podia sentir o balanço de carro se locomovendo que eu já caia no sono, não importava se a viagem era curta ou longa. Só lembro de ter acordado com minha amiga discutindo com o taxista. O carro tinha quebrado no meio do trânsito.
- Calma, amiga. - Pedi a ela. -Não estamos mais tão longe, podemos atravessar o parque andando.
Como combinado, entreguei os 5 doláres e puxei Eliza pelo braço. No entanto, em determinado momento foi ela que teve que me puxar, pois o parque estava exalando um ar tão familiar que a minha vontade era para ali mesmo e me juntar àquelas pessoas em um piquenique. Ethan vinha sozinho logo atrás de nós.
Eu continuei a analisar a beleza do Mission Dolores, que apesar de alguns focos de lixo, não se deixava abater. Não era uma quantidade grande, mas ainda sim era inaceitável jogar lixo no chão tendo latas de lixo há alguns metros de distância. Por isso, aproveitei que tinha pisado numa latinha de refrigerante vazia e peguei-a para jogá-la no local certo, tendo que me afastar dos meninos por alguns minutos.
Quando retornei, Elizabeth e Ethan pareciam observar uns pássaros com bicos metálicos e olhar sinistro.
- Não são urubus. - Ouvi ela dizer. - São pássaros da Estinfália. Corram! Eu cuido deles!
Recuei alguns passos, mas não corri. Peguei o escudo que ganhará de Juno e fiz uma breve prece mental a ela. Ao ver a filha de Marte erguer a lança, me preparei também erguendo meu gládio. De todos os meus anos no Acampamento Júpiter, não me recordava de nenhuma informação sobre aquela espécie, o que me preocupou um pouco. Não sabia o que esperar do inimigo, ou se eles realmente nos atacariam como Eliza previra, mas na dúvida eu estava armada.

Armas:
 
Poderes:
 
Cause you know I love the players
And you love the game


_________________
Louise J. Campbell
Filha de Mercúrio  ♦  Campeã de Juno  ♦  Centuriã  ♦  V Coorte
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ethan Foster
Pretor
Pretor
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 14/02/2018
Idade : 13

Ficha do Legionário
Vida:
97/100  (97/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Seg Fev 26, 2018 1:11 am










Q
uem via Louise, aquela menininha meiga e gentil, nem imagina o quanto ela pode ser teimosa. Aviões são muito seguros e estão envolvidos em menos acidentes do que os os automóveis. Eles só são mais castatróficos, por isso que recebem maior repercussão. Mas não precisava ser bom em matemática para saber que a probabilidade de isso acontecer no nosso voo era muito baixa, ainda mais quando se é filho do deus que comanda esse território.
- Mas vamos levar dias! - Repeti, considerando que esse era o melhor argumento.
- Nós pegaremos um trem e assunto resolvido. É evidente que com um avião chegaríamos mais rápido, mas não foi estipulado um prazo, certo? A filha de Marte pontuou com rispidez e, contrariado, acabei por dar de ombros. Mas tudo bem, eu não estava com pressa de encontrar novos monstros mesmo.
Seguimos na chuva até Elizabeth parar um táxi. Do lado da janela, assisti os pingos de água formarem mosaicos no vidro enquanto recordava as últimas semanas. Como podia se alvo de tantos acontecimentos estranhos assim de uma só vez? E pelo que escutara, a tendência era ficar pior agora que estava fora do acampamento de novo.
Foi só meus pensamentos pessimistas aparecerem que o carro deu um solavanco. Percebi Louise se assustar quando Elizabeth bateu com a porta com força e parecer xingar em latim. Apesar de nunca ter feito aulas de latim, eu sabia que aquilo era latim, mas nem me surpreendi. Acho que depois de tudo o que tinha acontecido desde que descobri que era Filho de Júpiter, nada mais poderia me surpreender. Bem, eu estava muito enganado.
Paguei cinco dólares, assim como as meninas, e as segui pelo parque Mission Dolores. Era a primeira vez que passara por lá, mas achei que não deixava a desejar pelos elogios que recebia. Só ficaria mais agradável se não estivesse com tanta sujeira.
A filha de Mercúrio também notou, pois interrompera o percusso para jogar uma lata de refrigerante no lixeiro. Até pensei em fazer o mesmo com um pacote de salgadinho, quando a outra garota, a mais estressadinha delas, parou subitamente. Ela parecia observar com uma expressão severa um bando de pássaros negros e com bicos que pareciam de ferro.
- Nunca vi urubus como esse. - Comentei, torcendo para que realmente fossem simples urubus.
- Não são urubus. - Ela falou justamente o que não queria ouvir. - São pássaros da Estinfália. Corram! Eu cuido deles!
Não sei se ela falou que cuidada deles porque não eram tão perigosos a ponto de ela cuidar sozinha ou se eram tão perigosos a pouco a ponto de querer nos proteger. De qualquer forma, saquei meu gládio, pensando que talvez, com toda aquela chuva, fosse arriscado usar minha réplica do raio mestre, ainda mais sem nunca ter experimentado.

Armas:
 
Just a city boy
Born and raised in South Detroit
He took the midnight train going anywhere


_________________
ϟ    Ethan Foster    ϟ
Filho de Júpiter   ~   Pretor   ~   I Coorte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ceres
Deuses
Deuses
avatar

Mensagens : 53
Data de inscrição : 29/06/2012
Localização : Campos de Trigo

Ficha do Legionário
Vida:
9999999999/999999999  (9999999999/999999999)
Energia:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
Inventário:

MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   Ter Fev 27, 2018 12:44 am





Os pássaros 1 e 2 sobrevoaram bem perto da cabeça de Elizabeth, que conseguiu se proteger a tempo com seu escudo. O 1 retornou com ainda mais velocidade mas chocou-se contra o escudo e caiu do chão, lá permanecendo atordoado. O pássaro 3 passou raspando pelas costas de Ethan, avançando um pedaço de sua camisa e deixando um arranhão de pouca profundidade. O 3, ainda insatisfeito com apenas um pequeno arranhão, virou-se novamente em direção ao garoto, voando velozmente agora acompanhado do 6 e do 7. Louise, com a agilidade herdada de seu pai, conseguiu acertar o pássaro 4 com o gládio e defender-se do pássaro 5 com o escudo. Em poucos segundos o pássaro 4 se reergueu da queda e voltou para tentar um segundo ataque contra Louise. Os demais pássaros voavam em torno do trio, como se estivessem delimitando uma arena de batalha, mas na verdade ainda estavam decidindo seu alvo.

Elizabeth:
 
Louise:
 
Ethan:
 

Pássaro 1:
 
Pássaro 2:
 
Pássaro 3:
 
Pássaro 4:
 
Pássaro 5:
 
Pássaro 6:
 
Pássaro 7:
 
Pássaro 8:
 
Pássaro 9:
 
Pássaro 10:
 
Pássaro 11:
 
Pássaro 12:
 

_________________
Lady
Ceres
deusa da terra cultivada, das colheitas e das estações do ano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MISSÃO] Rescue of Vestal - Parte 1
Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Kalayaan - A Liberdade em Tagalo - Parte I (Crônica Oficial)
» Bingo Book Missões
» Vida Loka de Kayo Lend Parte 2
» Missão 3: A procura de Ivo
» Criação de Missões

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Acampamento Júpiter :: Acampamento Júpiter :: Principia :: Quadro de Missões-
Ir para: